O Que é e Como Funcionam as Alianças De Casamento?

Bem-vindo ao meu último post no blogue! No artigo de hoje vamos dar uma vista de olhos detalhada… O Que é e Como Funcionam as Alianças De Casamento?

As alianças de casamento desde os tempos antigos representam a união entre duas pessoas que decidiram se amar. Tendo a eternidade como lema, os anéis costumam ser mais do que um par de brincos que colocamos nos dedos no momento do “sim”. A seguir contamos como funcionam as alianças de casamento e o que você deve saber ao escolhê-los.

História das alianças

A origem dos anéis data de aproximadamente 4800 anos atrás, quando os egípcios começaram a implementar essa tradição. Presume-se que pegaram em juncos e os moldaram para lhes dar a forma de um anel para entregá-lo como símbolo de união entre o casal. Também eram complementados com qualquer tipo de decoração escolhida pelo casal e eram usados ​​apenas pela mulher.

Ao longo dos anos, diversas partes do mundo seguiram a tradição transformando os anéis com o avanço das ferramentas. Eram feitas de couro ou ferro, e foi aí que nasceram as argolas que conhecemos, feitas principalmente de ouro e prata.

significado do anel

Embora saibamos que o conceito do anel é oferecê-lo como símbolo de amor, compromisso e união eterna, esse significado variava dependendo da cultura. Por exemplo, como mencionamos no caso dos egípcios, essa era a intenção original, que não era a mesma para os romanos.

Os romanos davam o anel apenas para as mulheres representarem através do anel o símbolo de pertencimento que tinham sobre elas. Eles podiam exercer autoridade sobre as mulheres porque as proclamavam como suas, sendo os anéis também sinais de força e compromisso (principalmente por parte da mulher) no casamento.

O Que é e Como Funcionam as Alianças De Casamento?
Pode estar interessado em:  O Que é e Como Funciona um Analisador De Combustão?

Atualmente, temos nos dado mais com a versão egípcia, cujo significado está mais relacionado ao amor e ao compromisso de livre e espontânea vontade. Mesmo a noiva e o noivo não apenas fazem as alianças de ouro e prata simples, mas também adicionam toques pessoais que contam sua história e o que eles querem lembrar em seu casamento.

Dedo no qual os anéis são colocados

Esta tem sido uma parte muito controversa da tradição, pois existem muitas versões ou teorias sobre onde o anel deve ir. Os antigos cristãos o colocavam no dedo médio e, com o tempo, optaram por fazê-lo no dedo anelar.

No caso dos romanos, desde o início eles o colocavam no dedo anelar da mão esquerda, alegando que ali estava a veia do amor, também chamada de vena amoris.. Uma veia que temos neste dedo diretamente ligada ao coração.

Há quem prefira colocar na mão direita, pois acredita que a mão esquerda é mais fina e para maior conforto, prefere colocar nessa. Embora a maioria das tradições do anel de casamento, decidiu levar a versão romana graças à história da veia amoris.

Para dizer a verdade, nas alianças o mais importante é que o casal se identifique e se sinta confortável com elas. Para que acrescentem os detalhes que fazem parte de sua história e tragam o romantismo para dentro do casamento onde possam relembrar a importância de seu compromisso. Para isso, é importante saber como funcionam as alianças de casamento e por que elas têm um significado tão especial.

Mais artigos como este:

Não deixe de conferir o próximo vídeo!

Deixe um comentário