O Que é e Como Funciona a Árvore Da Vida Aberta?

É uma honra dar-vos as boas-vindas ao meu novo artigo. No artigo de hoje, vamos dar uma vista de olhos detalhada… O Que é e Como Funciona a Árvore Da Vida Aberta?

Como funciona a árvore da vida abertao desafio que unido pelo programa AVAToL (abreviaturas em inglês para montar, visualizar e analisar), busca decifrar entre os galhos, folhas, tronco e raízes um dos maiores mistérios que a humanidade já enfrentou, o decifrar a presença da vida na terra.

O que é a árvore aberta da vida?

O Fundação Nacional de Ciências (NSF), nos Estados Unidos, através do programa AVATol, e com um financiamento de cerca de 13 milhões de euros, procura criar a árvore da vida aberta. Um projeto que, reunindo cientistas de ponta, busca criar a maior árvore da vida até hoje que consegue armazenar toda a informação que existe sobre os vestígios de vida na Terra desde o seu início.

Em busca do primeiro ancestral. Esta árvore será digital, descarregável e estará aberta a atualizações constantes, beneficiando das novas tecnologias de processamento e partilha de dados. Sem dúvida uma grande ambição só possível graças à revolução das novas tecnologias de informação e comunicação.

Antecedentes Históricos da Árvore da Vida

Em 1859 o cientista e biólogo Charles Darwin publicou seu livro A Origem das Espécies, que serviria de inspiração para anos depois, em 1873, desenhar graficamente a primeira árvore da vida. Uma árvore com apenas alguns galhos que simulavam que a vida na Terra poderia ser representada através dela.

O Que é e Como Funciona a Árvore Da Vida Aberta?

Anos mais tarde o naturalista e filósofo alemão Ernst Haeckel dedicou-se a desenhar diversas árvores. Ele foi seguido na próxima seção da história da ciência por vários cientistas. Mais de 150 cientistas contribuíram para esta árvore. Mais no entanto, tem continuado a desintegrar-se, sem conseguir até agora a sua verdadeira articulação do conhecimento humano.

Pode estar interessado em:  O Que é e Como Funciona a Poluição Luminosa?

programa árvore da vida aberta

O programa AVATol é composto por três equipes diferentes, atribuídas a diferentes equipes de pesquisa.

Primeiro grupo de pesquisa: árvore da vida aberta

Essa equipe é liderada pela pesquisadora Karen Cranston, da Duke University e do National Center for Evolutionary Synthesis, ambos na Carolina do Norte (EUA). Sua tarefa será construir a árvore online com 1,8 milhão de espécies já localizadas. Esta árvore ficará permanentemente aberta à comunidade científica para que continue a crescer.

Segundo grupo de pesquisa: árvore da vida aberta

Esse segundo grupo ficará sob a direção do cientista Lucas Harmon, da Universidade de Idaho. Sua tarefa será organizar todas as informações em um formato amigável. Onde os cientistas podem observar a relação entre vários organismos. Promover novos conhecimentos científicos.

Terceiro grupo de pesquisa: árvore da vida aberta

Essa equipe de pesquisa é coordenada por Maureen O’Leary, da Stony Brook University, em Nova York (EUA). É formado por biólogos, cientistas da computação e paleontólogos. Responsável por atualizar a análise de imagens, aprendizado de máquina e processamento de linguagem natural para facilitar o estudo rápido e automatizado das diferentes formas de vida encontradas na árvore da vida aberta.

Propósito da árvore da vida aberta

O objetivo da árvore da vida aberta é compilar em uma única árvore todos os achados da vida na Terra com seus respectivos relacionamentos e vínculos. Imbricações que devem conduzir inevitavelmente a uma origem comum. O ancestral universal.

Conhecendo o funcionamento da árvore da vida aberta, pode-se entender a importância das novas e cada vez mais sofisticadas tecnologias de informação e comunicação para articular todo o conhecimento da ciência, neste caso a existência da vida no planeta em um só corpo. E, portanto, alcançar maior compreensão e alcance da verdade.

Pode estar interessado em:  O Que é e Como Funciona o Espinafre?

Você também pode se interessar pelos seguintes artigos:

Não perca o próximo vídeo!

Deixe um comentário