Como transferir uma rota do Strava para o Google Maps ou Google Earth

No artigo vemos como passar uma rota do Strava para o Google Maps ou Google Earth.

Desde há algum tempo, aplicativo strava tornou-se uma das aplicações mais populares para atividades desportivas.

Isso ocorre porque o aplicativo oferece muitos recursos úteis para os amantes do esporte, como a capacidade de criar rotas personalizadas, acompanhar o progresso de seus treinos ou compartilhar suas atividades com outros usuários.

Um dos recursos mais úteis do Google Maps e Google Earth é a possibilidade de importar rotas de outros aplicativos, como Strava.

Isso é especialmente útil se você já tem uma rota favorita no Strava e deseja segui-la no Google Maps ou no Google Earth.

Como transferir uma rota do Strava para o Google Earth

Felizmente, é muito fácil importar rotas do Strava para o Google Maps. Continue lendo para descobrir como fazê-lo.

Como transferir uma rota do Strava para o Google Maps ou Google Earth

Nos seguintes seções, vemos as etapas para fazê-lo.

  1. Obtenha o arquivo GPX da rota do Strava
  2. Transformação do arquivo GPX em KML
  3. Importação do arquivo KML ou KMZ no Google Earth

Obtenha o arquivo GPX da rota do Strava

Strava é um aplicativo de rastreamento GPS esportivo que permite aos usuários gravar e compartilhar suas atividades de exercícios. O aplicativo pode ser usado para corrida, caminhada, ciclismo e outros esportes.

Antes de começar, é importante observar que Strava só permite a exportação de rotas através de seu site. Isso significa que você não poderá baixar uma rota diretamente do aplicativo.

  1. Faça login no Strava e vá para sua página de perfil.
  2. Na seção “Atividades”, selecione a atividade que deseja baixar.
  3. Na parte de exibição do mapa, selecione «Export GPX».
  4. A rota será salva como um arquivo GPX que será usado para levá-la ao Google Earth ou Google Maps.
Pode estar interessado em:  Como colocar rota mais curta no Google Maps?

Transformação do arquivo GPX em KML

Existem vários conversores de arquivos GPX para KML. Trata-se de uma transformação muito útil para poder visualizar nossos dados em um mapauma vez que os arquivos GPX (sigla para GPS eXchange) são usados ​​por muitos dispositivos GPS para armazenar informações sobre nossas rotas ou atividades.

  1. Por converter nosso arquivo GPX para KMLpodemos usar o site gpsvisualizer. com.
  2. A primeira coisa que devemos fazer é enviar o arquivo GPX para a plataforma, que baixamos anteriormente do Strava.
  3. Depois que o arquivo for carregado, no menu suspenso que encontramos logo abaixo, devemos selecionar a opção Google Earth.
  4. Em seguida, devemos pressionar o botão Mapear!.
  5. Na próxima tela é possível baixar o arquivo KML ou KMZ que será gerado, onde estão disponíveis todas as informações obtidas do arquivo GPX.

Importação do arquivo KML ou KMZ no Google Earth

KML (Keyhole Markup Language) é uma linguagem de marcação de dados geográficos que pode ser usada para representar informações sobre lugares em um mapa. O KML pode armazenar dados sobre lugares e objetos na Terra, como pontos de interesse, rotas e regiões.

Os arquivos KML podem ser abertos no Google Earth de forma nativa ou em qualquer outro aplicativo compatível com o formato, como o Google Maps.

  1. Para abrir um arquivo KML no Google Earth, basta clicar em “Arquivo” e depois em “Abrir”. Em seguida, selecione o arquivo KML que deseja abrir e clique em “Abrir”.
  2. Uma vez importado o arquivo para o Google Earth, agora é possível consultar as informações de rota nele armazenadas.

É possível, por exemplo, gerar um perfil longitudinal da rota ou calcular a diferença de altura entre dois pontos, entre outras ferramentas de análise.

Pode estar interessado em:  Como alterar minha localização atual no Whatsapp?

Desta forma, já passamos a rota do Strava para o Google Earth.

Como importar uma rota do Strava para o Google Maps

O processo para transferir uma rota do Strava para o Google Maps é semelhante ao visto anteriormente com o Google Earth, embora neste caso seja possível pular o ponto de transformar o arquivo GPX em KML, pois o Google Maps suporta esse formato de arquivo.

Dessa forma, partimos do caso em que já temos nosso arquivo GPX, que baixamos do Strava e queremos importar no Google Maps. Se você não sabe como obter o arquivo GPX, verifique a seção anterior.

Para isso devemos acesso https://mymaps.google.com/ que é a plataforma do Google Maps onde podemos crie nossos mapas personalizados.

  1. Primeiro selecionamos a opção criar novo mapaum botão vermelho é exibido no canto superior esquerdo.
  2. Uma vez criado é possível dê-lhe um nome caso queiramos identificá-lo mais tarde.
  3. No lado esquerdo uma janela é exibida com informações sobre camadas, compartilhamento, etc. Estamos interessados ​​no link destacado onde diz Importar.
  4. Ao clicar navegamos pelo nosso disco e selecione o arquivo GPX que havíamos baixado anteriormente do Strava.
  5. Ao fazer o upload, as informações do arquivo GPX serão abertas no Google Mapsdesta forma conseguimos transferir a rota do Strava para o Google Maps.

Deixe um comentário